Leituras

LEITURAS: A LISTA NEGRA. JENNIFER BROWN

sexta-feira, setembro 30, 2016


Até que ponto o bullying pode mudar a vida em uma escola? Até onde pode afetar a vida de adolescentes?
Quais os sentimentos envolvidos em quem pratica, quem sofre, e, quem assiste?
Estudantes do Ensino Médio, o casal Valerie e Nick, considerados “diferentes” da maioria dos alunos, resolveu fazer uma Lista Negra, onde anotavam os nomes de todos os alunos insuportáveis que atrapalhavam a vida deles de alguma forma. Era só uma brincadeira... Mas uma tragédia mudou a vida do casal... e de toda a escola.
Nick, um dia, abre fogo contra os alunos no refeitório da escola. O alvo: os nomes anotados na Lista Negra. Sem saber de nada e sem entender, Valerie se joga na frente do namorado, salva uma aluna e sobrevive ao atentado. Nick, depois da devassidão feita, atira em si mesmo.
Valerie acorda no hospital, ainda sem entender o que aconteceu, sem querer acreditar na notícia de que seu namorado estava morto e sem saber como lidar com a dupla interpretação que existia sobre ela mesma: Valerie era criminosa, como Nick, ou heroína?
A vida de Valerie, a criadora da Lista Negra, a mesma que se jogou na frente do atirador vira de cabeça para baixo. Os noticiários mostram uma imagem distorcida das coisas, distorcidas da sua visão, da sua realidade.

Valerie busca entender o que houve com Nick, porque tomar aquela atitude? O que levou a Nick tomar tal atitude de uma hora para outra? Ou Nick tinha este pensamento o tempo todo, e Valerie, não entendeu? Quem era Nick? Um jovem injustiçado pelo bullying, com uma vida complicada? Ou um assassino frio e calculista? Quem era Valerie? Uma menina inocente, incapaz de identificar o lado sombrio de seu namorado? A menina que arquitetou a Lista Negra? A menina de família complicada e mal aceita na escola? Quem eram os outros alunos? Vítimas? Ou os causadores da tragédia?
Valerie passa por um longo período de entendimento, de reconhecimento de si e de tudo em sua volta. Lidar com o julgamento dos jornais, dos pais, dos colegas e de si mesma não é tarefa fácil...
O livro tem uma linguagem fácil, e traz vários assuntos a agrega vários aspectos envoltos no tema principal. A complexidade do Blullyng não está apenas no momento em que acontece ou como a pessoa reage ao mesmo. Existe uma causa por traz... E tem que existir uma forma de ultrapassar o resultado dele...

Leia A lista Negra, e veja como Valerie e os outros personagens lidaram com a situação!

You Might Also Like

0 comentários

Deixe seu comentário aqui!

Seguidores

Google+ Followers