Leituras

UMA CURVA NA ESTRADA – NICHOLAS SPARKS

quarta-feira, fevereiro 15, 2017


“Às vezes, quando se busca o amor, primeiro é preciso encontrar o perdão.”
O que você seria capaz de perdoar em nome do amor? Em nome de um futuro ao lado de quem você ama?
É possível esquecer o passado e seguir em frente?
A vida parece ter tomado o rumo certo para Sarah Andrews, professora, jovem e divorciada, e, Miles Ryan, um subxerife viúvo e pai do pequeno Jonah.
Após a morte da mãe de Jonah, Missy Ryan, a vida de pai e filho se fechou praticamente entre eles mesmo. O pai se dedicava ao filho e a descobrir que foi o culpado pela morte de sua mulher. Missy havia sido atropelada e o culpado sumiu misteriosamente. Todas as investigações foram feitas, pela polícia, e, particularmente, pelo próprio Miles.
Mais do que a dor da perda de sua esposa e a mãe do seu filho, o que acabava com a vida de Miles era saber que o assassino de sua mulher estava impune pelo crime.
Sarah veio para a cidade após o seu divórcio. O casamento foi lindo até que o casal descobriu que Sarah não poderia ter filhos. O marido não aceitou a situação. Queria um filho seu, e se a esposa não poderia lhe dar, então o certo foi a separação. Sarah sofreu duplamente com isso.
Então o destino fez com que Sarah fosse professora de Jonah, e, identificando a necessidade que o menino havia de maior atenção para alcançar a turma, a professora acabou, em seu trabalho, se aproximando do pai. Tudo estava perfeito. Jonah gostava da professora que agora namorava seu pai. Os dois se gostavam cada dia mais, e, faziam planos para o futuro.
A família de Sarah recebeu pai e filho muito bem...
Mas um segredo, escondido no passado os impediria de serem felizes para sempre... um segredo sobre a morte de Missy.
Até que ponto precisamos ou devemos sofrer as consequências por erros que nem mesmo são nossos?
Talvez nem sejam erros...
Talvez tenha sido só um acidente...
Uma curva na estrada traz uma história emocionante de amor, perdão e separação.
O enredo traz a história central, com narrativa fluida e envolvente, com inserts de desabafos do “assassino anônimo” de Missy, mostrando sua visão de não vilão, mas de vítima, assim como Missy. Desta forma, toda a trama nos prende a cada página, de início ao fim, na torcida pelo amor entre Sarah e Miles.
Espero que tenham gostado de post e convido a cada um de vocês a ler: Uma curva na estrada.

Beijos

You Might Also Like

0 comentários

Deixe seu comentário aqui!

Seguidores

Google+ Followers