Beleza

ÁCIDO KÓJICO. ADEUS ÀS MANCHAS DE ESPINHAS?

quarta-feira, agosto 29, 2018


Oi gente! Semana passada postei lá no Instagram que recebi esses dois produtos, ambos são ácido kójico.
Já ouviu falar? Não? Para mim também é novo, mas deixa eu falar aqui o que é.

O ácido kójico é um despigmentante natural produzido através do Koji, um cogumelo japonês. e que também é utilizado na fermentação do arroz, possuindo diversos benefícios e aplicações. Este ácido foi isolado pela primeira vez em 1907 e sua estrutura química somente foi descrita em meados de 1920.
O ácido kójico é considerado um poderoso despigmentante natural que atua de forma a inibir a produção de tirosinase, uma enzima que é fundamental para a produção da melanina, reduzindo de forma considerável as manchas na pele. Além do seu efeito redutor de manchas, o ácido kójico também atua como antisséptico, impedindo a proliferação de fungos e bactérias na epiderme, e possuindo ação antioxidante, atuando de forma a prevenir o envelhecimento precoce.
É utilizado para fins estéticos, no clareamento de manchas na pele, melhorando seu aspecto e evitando a sua piora, através da inibição na formação da melanina, substância responsável por dar pigmentação à pele.
O ácido kójico age inibindo a ação da enzima tirosinase, que atua como quelante de íons, promovendo, assim, a diminuição da formação da melanina. O efeito de atuação deste ácido ocorrerá após duas a quatro semanas de uso contínuo, apresentando resultados expressivos de antes e depois, podendo variar conforme o tipo de pele, como nos casos de pessoas com pele muito oleosa ou muito espessa.
Este ácido é considerado de uso bastante seguro, sendo menos irritante e mais suave que outros produtos vendidos no mercado.
Para que serve o ácido kójico?O ácido kójico é muito utilizado nos tratamentos para a pele devido aos seus vários benefícios, por ser menos irritante que outras substâncias. Ele pode ser utilizado durante o dia, pois não causa fotossensibilização no paciente, o que significa que este produto pode ser usado sem restrições de horário ou local.
Além disso, este ácido não oxida, podendo ser associado também a outros agentes despigmentantes como o ácido glicólico, que é um dos produtos mais usados para tratamento dermatológicos atualmente.
O principal uso do ácido kójico está relacionado ao tratamento de manchas na pele, reduzindo os sinais de envelhecimento precoce e também cicatrizes causadas por ferimentos, acne e espinhas. No entanto, além de ser muito usado como clareador da pele, este ácido também possui propriedades antimicrobianas, ajudando no combate de algumas bactérias que podem ser nocivas ao organismo.
Este ácido também é considerado um excelente antifúngico, ajudando no tratamento de infecções de pele causadas por fungos. Pode ser útil no tratamento de doenças como a candidíase, a micose, o pé de atleta, entre outras. Alguns produtos de higiene, como sabonetes, podem conter este ácido na sua composição, atuando de forma a prevenir a proliferação de fungos e bactérias.
Como usar o ácido kójico?
O ácido kójico possui efeitos bastante expressivos depois do seu uso, com tratamento mínimo após duas semanas. Um estudo realizado com 80 pacientes possuindo hipercromia facial moderada mostrou resultados significativos de melhoria em comparação com uma preparação de hidroquinona com 4% de concentração. Foi testada uma solução contendo ácido kójico, extrato de emblica e ácido glicólico em comparação com outro grupo utilizando hidroquinona.
 Este ácido é uma excelente opção para quem precisa realizar um clareamento facial, podendo ser aplicado com uma concentração mais baixa, em torno de 0,005%, ou com uma concentração mais alta, de até 4%. Ele pode ser manipulado, e é muito utilizado na composição de diversos produtos, como cremes, loções não iônicas, loções aquosas clareadoras, géis-creme, entre muitos outros produtos.
O tratamento feito com este ácido deve ser feito de forma contínua, por até seis meses, podendo variar conforme o tipo de problema e conforme a recomendação médica.
Devido às suas características, este ácido pode ser usado como substituto da hidroquinona, sendo mais eficiente quando associado a outros ativos. O produto manipulado pode ser feito em diferentes concentrações, dependendo do tipo de pele, e também pode ser encontrado com outras substâncias em conjunto, como é o caso da vitamina C, que é antioxidante e também auxilia na regeneração celular, com o ácido glicólico, que é muito usado para a redução de marcas e manchas nos tratamentos de pele, ou com outros produtos.
Embora o tratamento com este ativo não seja muito rápido em relação a outras substâncias, ele é o mais indicado, principalmente devido ao preço. É possível comprar o produto em formato de pó com coloração castanho claro, sendo solúvel em água e em etanol, e devendo ser mantido em recipientes herméticos ou em lugares sem calor, luz ou umidade. Ele pode também ser encontrado na composição de produtos em gel creme, loções, entre outros.
Leia mais https://www.mundoboaforma.com.br/acido-kojico-para-que-serve-antes-e-depois-concentracao-manipulado-e-dicas/#DscQXQIEZFPZcpY0.99


A versão líquida pode ser usada diretamente. Tá prontinha.
Já a versão em pó pode ser usada misturada ao creme de rotina, ou à versão líquida.




Usei o pó misturado à versão líquida e também ao creme, e ao Unicorn Essence que já té em resenha neste post aqui. 
Usei esses produtos poucas vezes. Dizem que a partir de 15 duas já se pode ver resultados do clareamento.  Espero que tenha bons resultados!
Por enquanto eu só tenho sentido que a pele ficou um pouco  seca, mas nada que não seja resolvido com hidratante.  Espero que logo possa vir aqui mostrar para vocês um bom resultado!
E vocês? Já usaram? Me contem se foi bom para vocês.
Beijos e até o próximo post!



You Might Also Like

1 comentários

  1. Onde encontro esse ácido? Já quero testar
    Beijos!
    Blog Lis Murray Beauty
    www.lismurray.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!

Seguidores

Google+ Followers